top of page
  • Foto do escritorLuiza Oliva

Morar Mais chega à 20ª edição

Mostra de decoração é oportunidade para conhecer casarão histórico no Jardim Botânico, no Rio

Casarão da Casa Maternal Mello Mattos (Fotos: Divulgação)


A Casa Maternal Mello Mattos, construída em 1924 dentro do antigo Engenho Del Rey, no Jardim Botânico, Rio de Janeiro, abriu as portas para o público pela primeira vez. A propriedade, de 45 mil metros quadrados, que também abriga a primeira capela do estado do Rio, construída em 1603, é o endereço da edição comemorativa de 20 anos do Morar Mais, @morarmaisrio, evento com 40 ambientes decorados a partir de soluções que cabem no bolso e que vai até o dia 26 de novembro.

Criado em 2004 por Ligia, Sabrina e Sandro Schuback com a proposta de colocar na vitrine ideias democráticas de decoração, com inspirações reais e acessíveis, o Morar Mais chega ao espaço mais grandioso de sua história. “Esse imóvel é um presente para nós. Há 10 anos, todos os refrigeradores e eletrodomésticos do evento foram enviados por uma marca que nos pediu para, ao fim da mostra, dar aos equipamentos um bom destino. Escolhemos a escola para receber a doação e hoje é ela que nos acolhe”, conta Ligia Schuback.


Ligia e Sabrina Schuback



Estar Verdejante, de Júlia Marques.



A Casa Maternal Mello Mattos, que hoje funciona como uma creche-escola para crianças em situação de vulnerabilidade social, recebe ambientes de 53 arquitetos. As salas de aula foram isoladas da mostra para manter a rotina dos estudantes e todos os outros cômodos foram transformados em espaços decorados, entre suítes, quartos, salas, miniapartamentos, banheiros, adega, cozinha, capela e áreas de convivência. Uma tiny house, conceito novo de simplicidade e sustentabilidade na forma de morar, também foi montada embaixo das árvores do grande jardim.



Muitas benfeitorias foram feitas para a manutenção e preservação do imóvel: pintura de todos os ambientes, incluindo a fachada do casarão, troca dos revestimentos, reparo da rede elétrica, um parque para os alunos, reforma dos banheiros e uma nova capela. A Casa Mello Mattos tem duas pequenas igrejas: a que está na casa-sede e será entregue 100% renovada à cidade do Rio e a Capela Nossa Senhora da Cabeça, construída no século XVII mais ao alto do terreno, tombada pela Prefeitura em 2004, e que pode ser vista em visitas guiadas uma vez por semana durante o evento. “Nesta edição, reunimos pessoas que têm a mesma sinergia e o empenho em transformar a Mello Matos em uma casa cheia de conforto, acolhimento e muito estilo”, diz Sabrina.


Quarto Brisa Potiguar, de Flavia Lins.



Studio Conecta de Erica Abinader Lopes de Almeida.



O Morar Mais pode ser visitado até 26 de novembro, com espaços funcionais, ideias bem pensadas para orçamentos modestos, workshops, shows, aulas e palestras. Desde a sua estreia, em 2004, o Morar Mais já passou por 14 cidades brasileiras, em mais de 80 edições, e por feiras internacionais, como a Art Basel, de Miami, e o Salão do Móvel de Milão. Comandado por Lígia e Sabrina Schuback, mãe e filha, o evento destaca a criatividade e a praticidade com possibilidades acessíveis ao bolso do brasileiro, a partir de pesquisas do melhor custo-benefício em relação a produtos e serviços com o objetivo de mostrar aos visitantes que, com a ajuda de um profissional, a decoração de interiores pode ser acessível.


Galeria Ciclos de Leticia Monteiro Nogueira



Sobre a Casa Maternal Mello Mattos

Idealizada pelo Dr. José Cândido de Albuquerque Mello Mattos, primeiro Juiz de Menores da América Latina, a Casa Maternal Mello Mattos foi construída em 1924 em um terreno em que, há mais de 400 anos, funcionava o antigo Engenho Del Rey, que se estendia por toda a área entre a Lagoa e as encostas do Corcovado, desde a Gávea até o Humaitá. Funcionou até 2009 como uma associação tutelar de menores desamparados e, de lá para cá, se dedica à educação de crianças dos 2 aos 10 anos de idade vindas de comunidades carentes do Rio. A instituição é administrada pelas Irmãs Carmelitas Descalças Servas dos Pobres do Brasil.


SERVIÇO

Morar Mais Rio 2023: de 19 de outubro a 26 de novembro

Horário de funcionamento: terça, quarta, quinta e domingo das 12h às 20h; sexta e sábado das 12h às 21h.

Local: Casa Maternal Mello Mattos, Rua Faro 80, Jardim Botânico, Rio de Janeiro

Estacionamento no local sujeito à lotação (sugere-se o uso de táxi e carros de aplicativos)

Ingressos: terça-feira R$35, de quarta-feira a domingo R$50

Meia entrada solidária: válida para ingressos de quarta a domingo, com a entrega de 1Kg de alimento não-perecível e/ou um item de higiene pessoal.


11 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Kommentare


bottom of page